sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

A Magia do Natal realmente existe, diz neurocientista

O Natal é retratado, principalmente na mídia, como uma época especial em que as pessoas se comportam de maneira diferente e são mais solidárias. Tudo isso é associado ao pensamento religioso e, sobretudo, ao consumismo.

O consumismo e toda esta atenção que se atribui à troca de presentes podem parecer menos nobres à primeira vista mas, segundo a neurocientista brasileira Suzana Herculano, são justamente os presentes que podem fazer bem ao corpo e tornar real a "magia do natal". Tudo está ligado ao sistema de recompensa, um mecanismo evolutivo que libera substâncias prazerosas no organismo quando passamos por uma situação que nos faz bem e também provoca sensações ruins quando lidamos com algo que pode trazer malefícios.

O sistema de recompensa é ativado bem antes da troca de presentes, quando compramos algo para alguém que gostamos e temos a intenção de agradar, e também enquanto estamos na expectativa de receber um bom presente. Quando o presente é entregue, uma nova leva de substâncias trata de fornecer a recompensa evolutiva por se aquecer as relações interpessoais. Já para a pessoa que recebe, há dois caminhos. Se ela gostar do presente, sentirá algo muito bom e associará o próximo como alguém que lhe faz bem, amenizando desavenças e cultivando uma boa imagem até uma próxima interação. Entretanto, como era de se esperar, receber um presente ruim provoca uma descarga negativa no organismo, contrariando as expectativas e construindo uma associação negativa em torno de quem entregou.

Logo, a magia do natal pode ser descrita por este conjunto de sentimentos provocados por expectativas e recompensas, os quais aquecem as relações sociais e realmente deixam as pessoas mais próximas(ou não).

Com isso em mente, cuidado quando for escolher os presentes. Não vá dar meias ao seu sobrinho ou comprar qualquer lembrancinha para o amigo oculto do trabalho. Depois te olham de cara feia no escritório e você não sabe por quê!

Referência: G1

domingo, 11 de dezembro de 2011

O bocejo de pessoas próximas é mais contagioso

                           
Um estudo conduzido por acadêmicos da Universidade de Pisa mostra que o bocejo é ainda mais contagioso quando vem de uma pessoa próxima. Durante um ano, mais de 100 voluntários de diversos países foram observados e concluiu-se que o bocejo está ligado à empatia - capacidade de compartilhar emoções - e tem influência principalmente no tempo de resposta. Assim, se alguém que é seu parente ou você gosta muito bocejar, é provável que rapidamente você também o faça.

O bocejo ocorre involuntariamente pois o mecanismo do cérebro que impele você a copiar as ações dos outros é mais rápido do que uma ordem para impedir tal ação, neste caso especificamente. Uma das explicações mais recentes, a respeito da funcionalidade do bocejo, liga este gesto à necessidade de se refrigerar a cabeça e o cérebro, sendo que ocorre com mais frequência à noite, quando sua mente já está cansada.
E você, bocejou ao ver as fotos e ler o post?

Referência: G1

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O menor carro do mundo é do tamanho de uma molécula

Cientistas holandeses acabaram de anunciar o menor carro do mundo, o qual pode se mover utilizando pulsos elétricos como energia. Conforme pode ser observado na concepção artística acima, o nanocarro possui a ordem de grandeza de uma única molécula e é 1 bilhão de vezes menor que um carro de pequeno porte.

As estruturas em forma de rodas realmente giram e propulsionam o carro para frente. Um choque equivalente a 500 milivolts provoca a metade do giro das rodas. Considerando o seu tamanho, não se pode dizer que é eficiente, mas o que está em jogo representa muito mais do que isso. O fato de fazer uma parte da molécula se movimentar em direção e sentido pré-determinados é um grande avanço.

A nanotecnologia é uma das principais vertentes da pesquisa científica mundial, com aplicação nas mais diversas áreas da indústria e da saúde. Diante disso, será necessário criar motores de escala molecular, em analogia ao que já acontece naturalmente dentro das células.

A tendência é que todo tipo de aparelho eletro-eletrônico tenha mais nanotecnologia e a seguinte pergunta fique ainda mais difícil de responder "Papai, como é que isso funciona?".

Referência: CNN

sábado, 12 de novembro de 2011

Vacas se alinham ao campo magnético da Terra, polemizam cientistas

 Em 2008, cientistas alemães divulgaram na mídia mundial algo inédito e muito curioso: as vacas tendem a alinhar seus corpos paralelamente às linhas de indução do campo magnético terrestre. Com isto, as vacas passaram a integrar um seleto grupo de animais, no qual estão pássaros e tartarugas por exemplo, que utilizam o campo magnético para se orientarem. Entretanto, tal resultado foi recebido de forma bastante cética por cientistas, sendo que um grupo da República Tcheca tentou reproduzir o experimento e não chegou aos mesmos resultados. Além disso, o estudo original foi bastante criticado e vários erros foram apontados.

O estudo foi realizado por meio das imagens de satélite fornecidas pelo Google Earth, no qual analisou-se o posicionamento do gado individualmente ou de rebanhos inteiros. A polêmica começa com a afirmação de que metade das imagens poderiam ser excluídas, seja por resolução ruim, havendo margem para confundir uma vaca com uma ovelha ou outro animal, ou pela proximidade com linhas de alta tensão, já que a corrente elétrica gera campo magnético e poderia "desorientar" as vacas.

Os cientistas ainda não entraram em conformidade e há muitas críticas ao trabalho, principalmente por ter sido divulgado na  grande mídia sem que houvesse evidências suficientes para comprovar o fato. Os mesmos pesquisadores alemães agora estão estendendo o estudo para outros animais.

Fato ou não, isso é bem curioso e, é claro, apresenta alto teor de ócio científico.

Referência: Scientific American

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Dispositivo é capaz de ler os sonhos

Cientistas alemães, do Instituto de Psiquiatria Max Planck, de Munique, realizaram um experimento que pode ser o primeiro passo para a leitura dos sonhos. O estudo é baseado no fato de que, quando as pessoas estão sonhando, as mesmas áreas cerebrais que são ativadas quando elas estão acordadas, e fazendo algo específico, apresentam atividade. Desta forma, os cientistas mapearam os cérebros dos voluntários, enquanto realizavam tarefas e movimentos pré-determinados, para comparar com a leitura da atividade cerebral durante o sono.

Apesar de os sinais captados terem menor intensidade quando a pessoa está dormindo, foi possível obter algum sucesso, com um grau considerável de acerto na "leitura". O experimento foi feito com pessoas que alegam conseguir controlar seus sonhos, ou seja, são capazes de reconhecer quando estão sonhando e  assumir o controle de suas ações. Segundo os cientistas, grande parte da população é capaz de fazer isso, são os chamados "sonhadores lúcidos". É possível treinar alguém para se tornar um sonhador lúcido. Então, os pesquisadores conseguiram induzir estes voluntários especiais a sonhar com situações específicas, favorecendo o andamento do estudo.

Tudo isso lembra o filme "A Origem", entretanto ainda falta muito tempo (ou talvez nunca) para chegar a tal ponto de intrusão nos sonhos alheios. Caso o estudo for para frente, poderá haver consequências positivas para a psicologia e a psiquiatria, abrindo um novo horizonte de possibilidades para o tratamento de muitos distúrbios. Sem contar as consequências polêmicas, que entram na questão da privacidade.


"Nada pertence ao indivíduo, com exceção de alguns centímetros cúbicos dentro do crânio"
1984 - George Orwell

Será?

Referência: Live Science

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Passear com o cachorro aumenta as chances de arrumar uma namorada, diz pesquisa

Uma curiosa pesquisa foi realizada na Inglaterra para mostrar que homens que passeiam com cachorros tem mais facilidade para arrumar uma namorada. Um jornalista do "The Sun" aceitou o tarefa de passear com um bonito cão da raça "Golden Retriever" por um parque. Após alguns minutos de caminhada, logo apareceram mulheres entusiasmadas com o cão, pedindo para fazer um carinho e querendo saber mais sobre o cachorro. Desta forma, o jornalista conseguiu oportunidades de conversar com várias pessoas e até marcou encontros para o dia seguinte. Segundo ele, conseguiu interagir com mais garotas do que quando sai para a noite.

Após o momento de espontaneidade, as mulheres ficaram sabendo da pesquisa e confessaram que se sentem mais a vontade para se aproximar de homens com cães. Segundo elas, homens assim mostram sensibilidade e cordialidade, o que torna mais fácil o contato, situação que dificilmente se concretizaria com um estranho sozinho. Entrevistas com outros homens ingleses revelaram que 1 em cada 8 deles já teve ajuda do seu animal de estimação para se aproximar de uma mulher.

A raça Golden Retriever foi apontada como a mais atraente para receber um carinho e atenção das garotas. Se você já está pensando em criar um só para ser isca, veja um depoimento "Seria muito estranho se os caras começassem a usar os cachorros como tática. Cães não são só para atrair garotas." Outras até aprovaram a tática.

Além de ser por si inusitada, a pesquisa também tem uma fonte curiosa: faz parte de dados recolhidos para o jogo "The Sims 3 Pets", o que não tira seu mérito por sublinhar este comportamento feminino.

Referência: The Sun

domingo, 25 de setembro de 2011

Cientistas podem ter que reformular Leis da Física

O CERN, Organisation Européenne pour la Rcherche Nucléaire, acaba de anunciar o resultado de um experimento que pode sacudir o mundo da física e apresenta implicações diretas para a Teoria da Relatividade, de Albert Einstein. Físicos de Genebra, Suíça, detectaram que as partículas denominadas neutrinos podem viajar  a uma velocidade de 300.006 km/s, mais rápido que a luz! O fato de a velocidade da luz ser considerada como a maior variação de posição possível em um intervalo de tempo é uma das bases da Física moderna. Os cientistas do CERN fizeram várias vistorias à procura de erros mas não detectaram nada que pode ter distorcido os resultados. Os neutrinos foram lançados de Genebra a um laboratório da Itália e percorreram a distância 60 nanossegundos mais rápido que a luz, sendo que a margem de erro é de 10 nanossegundos. A comunidade científica foi convidada a ver de perto os resultados e compartilhar a tarefa de averiguar a solidez deste fato.

Há muitos pesquisadores céticos em relação ao experimento e algum tempo deve ser necessário para que o mundo saiba se isso será considerado apenas um erro instrumental; ou se efetivamente balançará os pilares da Física. Os cientistas defendem a Teoria da Relatividade e dizem que dificilmente está em xeque. O fato é que existe a possibilidade de muitas teorias, teoremas, definições e até Leis da Física sejam alteradas. E os cientistas terão bem menos tempo para ociosidades.

Referência: iG

domingo, 11 de setembro de 2011

Experimento consegue impedir pessoas de mentirem

Cientistas da Estônia realizaram um experimento para mostrar que é possível influenciar a atividade cerebral por meio de ondas magnéticas. Voluntários foram submetidos a campos magnéticos por ímãs posicionados em diferentes locais ao redor da cabeça. Quando deveriam  responder a algumas perguntas simples, com a possibilidade de mentir, a pessoas que estavam sob influência dos ímãs só disseram a verdade, enquanto as outras conseguiram mentir.

Segundo os cientistas, este experimento mostra que as escolhas "morais" entre certo e errado não dependem apenas das experiências pessoais, mas também de fatores físicos e biológicos. No caso deste experimento, os ímãs foram colocados no lado direito do "córtex frontal dorsolateral". Pesquisas parecidas já comprovaram que também é possível obter o efeito contrário, bagunçando a bússola moral e conferindo mais predisposição para os voluntários mentirem.

Seria possível utilizar uma tecnologia como essa em tribunais e interrogatórios? Se os experimentos continuarem dando resultado - já deu pra ver que são melhores do que detectores de mentira - daqui a pouco a discussão vai ser sobre a moralidade de forçar alguém a dizer apenas a verdade.

Referência: DailyMail

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Pílula filtro solar pode ser realidade em 5 anos


Cientistas britânicos descobriram um coral singular, o qual é capaz de produzir uma substância filtro solar para se proteger. Mas o fato realmente impressionante é que este efeito pode ser sentido ao longo da cadeia alimentar, protegendo, por exemplo, o peixe que se alimenta no coral. Agora os pesquisadores estão produzindo um filtro solar sintético, para ser ingerido por pessoas, capaz de proteger o corpo inteiro e os olhos contra os efeitos negativos dos raios solares e as queimaduras.

O objetivo é chegar a uma pílula com um nível de proteção que não seja prejudicial, já que os raios UV são vitais para a produção de vitamina D. Os cientistas ainda terão muito trabalho para testar o composto e prevenir intoxicações. O estudo está sendo realizado com corais descobertos na grande barreira de recife próximo à Austrália. A possibilidade de se cultivar plantas transgênicas a partir dos genes do coral já está sendo considerada, sendo ainda necessário transpor barreiras como a resistência à maior exposição ao sol durante o crescimento.

Este avanço científico parece bem "palpável". Espero usufruir disso um dia. Voltar da praia sem parecer um camarão vai ser muito bom.

Referência: Guardian

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Astrônomos encontram planeta feito de diamante

Cientistas de Melborne, Austrália, captaram sinais de um "pulsar", uma estrela com diâmetro relativamente pequeno, apenas 20 km, e alta densidade. Estes sinais são ondas captadas por radiotelescópios e possibilitaram a identificação de um planeta ao redor do pulsar. O que surpreendeu os astrônomos foi o fato de que indícios apontam para uma composição cristalina, provavelmente diamante! Este planeta tem 60 mil km de diâmetro, cinco vezes maior que a Terra.

Para quem ficou animado com o astro precioso e quiser investir em uma viagem de exploração, fica a dica: o planeta gira ao redor do pulsar PSR J1719-1438, o qual está na direção da constelação da Serpente na Via Láctea, a apenas 4 mil anos-luz da Terra.

Referência: G1

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Trocadilhos fazem cócegas no seu cérebro, dizem pesquisadores

Começo o post com uma pergunta: "Por que os canibais comem palhaços? R: Porque eles têm um gosto engraçado!" Esta foi a piada utilizada por pesquisadores de Cambridge para exemplificar como brincadeiras com trocadilhos conseguem provocar uma espécie de "cócega cerebral", ativando diferentes áreas da mente de uma só vez.

Para chegar a essas conclusões, os cientistas fizeram experimentos com vários voluntários, onde as pessoas deveriam classificar piadas, e também não-piadas, de 1 a 7, sendo 7 algo muito hilário. Como esperado, as pessoas atribuíram notas melhores a piadas do que a mensagens corriqueiras.

O mais impressionante é que, durante a experiência com trocadilhos, eles conseguiram identificar a ativação de áreas relacionadas a recompensas por experiências positivas, uma espécie de mecanismo evolutivo. Então, se você quiser fazer cócegas mentais em alguém, basta dizer algo com trocadilho. Afinal, mesmo que seja uma piada muito infame e a pessoa não ria, você saberá que conseguiu surtir algum efeito.

Referência : MSNBC

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Viagens espaciais são inúteis?

Muitas pessoas afirmam que as viagens espaciais são inúteis, já que se gasta muito dinheiro e recursos para levar astronautas até o espaço. Talvez esta discussão faça mais sentido em um país que realmente investe muito dinheiro em programas espaciais, como os Estados Unidos ou a Rússia. O Brasil também faz suas tentativas de ganhar alguma importância e já até conseguiu uma vaga para o Marcos Pontes.

Acredito que a maior importância das viagens espaciais reside no campo da pesquisa científica. As condições inéditas e inóspitas criam desafios para a nossa tecnologia, a qual deve evoluir para tornar possível o avanço onde a gravidade é bem menor e não há ar. Assim como nas guerras, a necessidade fomenta muitas descobertas em um curto tempo. As missões no ônibus espacial são um grande exemplo disso. Veja abaixo o infográfico criado pelo portal G1 para ilustrar as invenções que o espaço proporcionou, no contexto em que os EUA anunciam o fim das missões com ônibus espaciais.


Referência: G1 Ciência

terça-feira, 5 de julho de 2011

Em 25 anos acabaremos com o envelhecimento, diz biomédico

Em termos biológicos, o envelhecimento pode ser descrito como uma sucessão de danos moleculares e celulares no organismo. Logo, se a humanidade conseguir controlar estes danos será possível aumentar, e muito, a longevidade. Segundo o cientista inglês Aubrey de Grey, em poucas décadas os médicos terão à disposição ferramentas mais avançadas de diagnóstico e acompanhamento da saúde de seus pacientes, lançando mão, por exemplo, da genética e técnicas com células-tronco, sendo capazes de realizar uma "geriatria preventiva". Tal tratamento poderia retardar o envelhecimento.

Dados já comprovam que a longevidade vem aumentando, sendo que há a previsão de um milhão de pessoas com mais de cem anos por volta de 2030. Os medicamentos e os tratamentos estão se tornando mais eficazes. Uma outra vertente científica mostra que devemos ter cautela ao vislumbrar tal horizonte de vida centenária. Afinal, a longevidade não depende apenas do avanço da medicina, mas principalmente dos hábitos alimentares e sociais. Tratamentos tão complexos, mesmo que efetivos contra o envelhecimento, não impedem o consumo excessivo de álcool, tabaco e o próprio exagero alimentar - vide o surto de obesidade no mundo inteiro. Deve-se considerar ainda a violência, as drogas não-legalizadas, acidentes e outros fatores.

De toda forma, este tipo de pesquisa, mesmo com um "q" utópico, alimenta um certo otimismo. Resta torcer para que a organização e a convivência social sigam os avanços da ciência, e que tais avanços cheguem à população ao redor do mundo de forma democrática.

Referência:
iG

domingo, 19 de junho de 2011

Cientistas criam robô imbatível na sinuca

Pesquisadores da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha, desenvolveram um robô que consegue "matar" bolas em 80% de suas jogadas na sinuca (ou bilhar). Trata-se de um sistema composto por câmera à cima e em volta da mesa, um plano de coordenadas para o que robô se movimente e um processador capaz de prever o movimento das bolas, indicando a melhor posição e força para uma tacada bem-sucedida.

Os braços do oponente robótico podem configurar até 7 posições diferentes. Todas as análises realizadas pelo robô são exibidas em um telão, assim é possível que jogadores humanos aprendam com ele ou até mesmo façam consultas antes de suas jogadas.

Este jogador implacável foi apresentado na Conferência Internacional de Robótica e Automação, e tem até um oponente feito de lata, o PR2, que aliás foi criado antes. Especula-se que em breve haja torneios de sinuca só entre robôs, como já acontece com o xadrez. Confira abaixo o robô alemão Nierhoff e também o PR2.





Referência
New Scientist

terça-feira, 14 de junho de 2011

Japoneses inventam "orelhinhas" que reagem a ondas cerebrais

Quem já assistiu a algum animé sabe que os japoneses adoram colocar orelhas de animais em pessoas. Agora, uma empresa nipônica resolveu criar um acessório inusitado, ou incrementar a comunicação interpessoal, segundo os empresários. A Neurowear é uma espécie de arco com orelhas, o qual possui alguns sensores que captam os níveis de atividade cerebral. Dependendo de como está sua mente, as "orelhinhas" se mexem. Se você estiver animado, elas se movimentam rapidamente, se estiver calmo, elas se abaixam.

Tudo indica que até o final deste ano as Neurowears já estarão disponíveis para compra. Vai encomendar a sua?



Referências:
Neurowear
G1

terça-feira, 24 de maio de 2011

Avatar flutuante é a nova invenção para telepresença

Muitas pessoas acham o máximo quando descobrem que podem fazer videoconferências de graça pela internet. E acredito que o mundo vai ficar mais estranho quando todo mundo puder fazer isso pelo celular. Vai ser comum ver pessoas sozinhas na rua gesticulando e fazendo caretas para um smartphone.

No contexto globalizado das grandes organizações, o termo "telepresença" é bastante utilizado para descrever reuniões nas quais seus participantes estão geograficamente separados, mas integram a mesma mesa a partir de grandes monitores ou até telões. Visando o aperfeiçoamento desta prática (ou quem sabe apenas criar algo maluco), cientistas japoneses da Sony criaram uma avatar flutuante que funciona da seguinte forma: uma espécie de "balão" flutua por causa de um gás provavelmente e pode se mover com a ajuda de pequenas hélices, em seu interior há um projetor que faz com que a imagem do rosto da pessoa ocupe a sua superfície externa. Desta forma, é possível trombar com uma cabeça flutuante no meio do corredor e conversar sobre negócios ou quem sabe comentar sobre futebol.

Fico imaginando uma praça cheia destes avatares flutuantes. É muito estranho. Veja o vídeo:



Referência: Techtudo

terça-feira, 10 de maio de 2011

Artista registra Via Láctea após gravar por 170 horas

O fotógrafo norueguês Terje Sorgjerd subiu na montanha mais alta da Espanha, a El Teide nas Ilhas Canárias, e passou uma semana por lá. O objetivo do artista era captar imagens do céu, mostrando a linha das nuvens. Depois de obter um material de 170 horas de imagens, ele editou um vídeo e colocou o resultado na internet. É impressionante. Terje já havia feito um trabalho semelhante, em uma gelada montanha no norte da Rússia (em um frio de até -25 ºC), na qual registrou a Aurora Boreal. Ambos os vídeos são uma mistura de arte e ciência. Mas, desta vez, nada de explicações. Basta assistir e contemplar.





Referências: BBC Brasil e TSO Photography

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Pesquisador quer mudar a data da Páscoa

A Páscoa é uma das datas religiosas mais celebradas no mundo. Mas um pesquisador de Cambridge resolveu desvendar uma certa contradição que existe entre as datas na Bíblia. Enquanto os Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas apontam a data da Última Ceia para uma coincidência com a Páscoa Judaica, João passa a ideia de que, na verdade, ocorreu antes, previamente ao dia em que se comemorava o êxodo do Egito.

De acordo com as pesquisas de Humphreys; Jesus, Mateus, Marcos e Lucas utilizavam o calendário pré-exílico, do tempo de Moisés. Então, os cientistas resolveram retomar o calendário pré-exílico para o ano de 33 d.C., o qual mostra que a Última Ceia na verdade ocorreu numa quarta-feira, dia 1º de abril. Assim, a Páscoa deveria ser celebrada no primeiro domingo de abril para que a data coincida com o período do mês e os dias da semana da Ceia original.

É difícil determinar com precisão a origem de algumas datas e locais históricas, ligados ou não a religiões, já que há muitos interesses envolvidos, como o fato de se tentar estabelecer uma data que seja mais conveniente, agradando a, digamos, "gregos e troianos".

De toda forma, não acredito que a data da Páscoa vá mudar. Então, pode continuar se preparando para bacalhau e chocolate (e orações para os mais religiosos), porque a Páscoa deste ano já está aí.

Referência: iG Ciência

terça-feira, 12 de abril de 2011

Cientistas lutam contra flatulência e arrotos de gados


O gás metano é um dos principais causadores do efeito estufa, sendo que animais ruminantes como vacas e ovelhas são responsáveis por grande parte desta emissão, a partir de flatulência e arrotos. Este fato é conhecido há muito tempo e se deve à grande extensão da atividade pecuária no mundo inteiro. No Brasil, por exemplo, existem mais cabeças de gado do que pessoas.

Com o objetivo de reduzir a emissão, cientistas britânicos estão desenvolvendo uma ração que reduz drasticamente a taxa de metano nos gases expelidos por estes animais. Eles estão manipulando a proporção de milho e outros ingredientes na ração. O governo britânico está esperançoso com os estudos, entretanto é necessário averiguar se realmente haverá redução na quantidade de metano por litro de leite produzido.

Na Nova Zelândia, 90% do metano lançado na atmosfera vem do sistema digestivo de gados e ovelhas, sendo que este número implica em 43% da emissão mundial! Pesquisadores do País de Gales sugeriram outra solução: criar o gado em enormes galpões, assim o metano dos "puns" poderia ser capturado e usado como combustível pelos fazendeiros.

Um amigo meu é vegetariano porque sabe de todos estes impactos, além do enorme volume de água gasto na criação do gado e os impactos da carne vermelha na saúde. Só espero não me lembrar da flatulência de ruminantes na próxima vez que for a uma churrascaria.

Referência: BBC Brasil

terça-feira, 29 de março de 2011

Alemães criam pássaro robô

O sonho de decifrar o vôo dos pássaros é tão antigo quanto a curiosidade humana. Os primeiros projetos de tentativa de voo mostram como o homem quis primeiro imitar as aves, para só depois partir para outras direções e finalmente criar o avião, o balão e o helicóptero. Agora, uma empresa alemã, a Festo Corporation diz - sem fazer muito estardalhaço - ter finalmente decifrado e imitado o voo dos pássaros.

O SmartBird é uma espécie de robô com total autonomia para levantar voo, manter-se no ar e pousar, conforme você vê na gravação ao lado. O pontos-chave do projeto são a leveza dos materiais utilizados e alta tecnologia de aerodinâmica, além de sensores de todos os tipos para que haja melhor controle-remoto do voo.

Para quem gosta de tecnologia e engenharia, vale também conferir o segundo vídeo do post, o qual explica melhor o funcionamento do SmartBird. Em tempos de iPad, carros que andam sozinhos e nanotecnologia, chama a atenção algo que parte de um sonho 'simples' e tão intrínseco à imaginação.



Referências: Terra; Festo Corporation

segunda-feira, 7 de março de 2011

Controle a vontade de urinar e tome decisões melhores, diz cientista

Uma pesquisadora holandesa, da Universidade de Twente, realizou um estudo que liga o controle da vontade de ir ao banheiro à tomada de decisões. A cientista realizou o seguinte experimento: os voluntários deveriam tomar várias xícaras de chá, totalizando 750 ml, e ainda beber pequenas quantidades de água. Após 40 minutos, tempo necessário para que a bexiga esteja cheia após a ingestão do líquido, a pesquisadora ofereceu aos participantes duas opções: receber 16 dólares no dia seguinte ou 30 dólares em um mês. Comparando os resultados, a cientista Tuk descobriu o número de pessoas que optou por 30 dólares foi maior no grupo dos que estavam apertados para ir ao banheiro.

Serão necessários mais experimentos para caracterizar estas relações. Há indícios de que outras vontades estão ligadas ao controle de decisões e entre si. Por exemplo, o desejo sexual está ligado ao ímpeto por guloseimas. Assim, se a pessoa tem um bom autocontrole não precisará extravasar os desejos reprimidos nos doces.

Em relação à bexiga, minha teoria é de que a pessoa que está "apertada" precisa raciocinar mais rápido e não perde tempo analisando muitas variáveis, logo, acaba tomando boas decisões. Só sei que quando estou apertado para fazer xixi nada mais me importa, nem se o mundo estiver acabando. Acredito que as mais de 300 pessoas que já foram presas neste carnaval por urinar na rua concordam.

Referência: BBC Brasil

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Concurso premia a beleza da ciência

A Fundação britânica Wellcome possui um enorme acervo de imagens médicas, passando por fotos microscópicas, regulares, raios-x e outros. Anualmente, a fundação promove um concurso para premiar as fotografias mais bonitas da ciência, as quais são um resultado da realidade mais a manipulação por computador. O principal critério são as informações contidas e o apuro técnico. É engraçado notar que tudo depende do ponto de vista, já que entre os vencedores de 2011, por exemplo, estão as imagem do rim de um rato e sangue coagulado em um tecido. Uma das mais belas fotografias é nada mais que a parte da perna de um besouro.

Veja abaixo uma amostra da exposição e aprecie belas imagens da ciência. Você teria coragem de colocar um quadro com o "carão" de uma vespa para decorar a sala da sua casa?

Vespa

Bactérias nos dentes


Rim de um rato


Sangue coagulado no tecido

Embrião de um peixe
Perna de um besouro
Referências: G1 Mundo e Wellcome

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Invenção japonesa: plástica no nariz sem bisturi

Uma empresa japonesa acaba de lançar no mercado um aparelho capaz de afinar o nariz de qualquer pessoa sem cirurgias. Trata-se de um pequeno objeto que custa US$ 144,00 e deve ser usado em sessões diárias de 3 minutos. A "genialidade" do objeto está nas trepidações elétricas que estimulam e modelam os ossos, segundo a empresa. Aposto que muitas mulheres já pararam de ler o texto por aqui e foram procurar o Beauty Lift High Nose para comprar na internet. Mas cuidado: ainda não há comprovações de que o aparelho realmente funciona.

Então, se o High Nose não for ajustado corretamente ou não funcionar direito, ao invés de nariz de miss você vai ganhar nariz de Michael Jackson.

Referência: Endagadget

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Cientistas vão ressuscitar mamutes


Uma pesquisa conduzida por japoneses, russos e americanos em uma universidade do Japão pretende trazer à vida um mamute de verdade, daqui apenas seis anos. Este animal é símbolo da Era do Gelo e foi extinto há mais de 10 mil anos, apesar de serem encontrados vários esqueletos e até carcaças em várias partes do mundo. Para alcançar tal façanha, os cientistas obtiveram material genético a partir da carcaça de um animal preservado no gelo da Sibéria. Com uma técnica inovadora, eles conseguiram extrair núcleos celulares sem danificá-los e, em seguida, injetar em células embrionárias de elefantes africanos. Se tudo der certo, a pesquisa proporcionará o desenvolvimento de embriões mamutes. Há vários momentos cruciais no experimento, sendo que os americanos, por exemplo, são responsáveis pela fertilização in vitro.

Os objetivos da pesquisa passam pela ecologia do mamute e os genes que trarão respostas sobre a extinção destes animais. A julgar pela previsão de 6 anos, o estudo está bem adiantado e, segundos os próprios cientistas, já estão pensando até mesmo em como expor os mamutes para o público.

Daqui a pouco vão querer criar um Parque dos Dinossauros de verdade. Só espero que nesta nova onda científica não resolvam manipular genes de animais antigos para criar dragões, unicórnios, etc.

Referência: CNN e Daily Yomiuri

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Após 8 meses confinados, astronautas vão simular pouso em Marte

Uma equipe composta por 6 astronautas-pesquisadores está desde 3 de junho de 2010 trancada em uma cápsula de aço, simulando o tempo e cumprindo toda a rotina de uma viagem a Marte. No dia 12 de fevereiro, se não houver nenhum imprevisto, a "nave" pousará no solo do planeta vermelho - o qual é um salão construído ao lado dos módulos da cápsula - e permanecerá por lá durante 2 dias apenas, para depois embarcar na viagem de volta que durará 233 dias. Ao todo, o experimento contabilizará 520 dias de confinamento.

Trata-se de uma experiência técnica, psicológica e médica para ajudar a desenhar uma viagem a Marte. Durante todo este tempo, a equipe que é formada somente por homens, incluindo três russos, um chinês um francês e um italiano-colombiano, se alimenta apenas de suprimentos similares aos consumidos na Estação Espacial Internacional e toma banho uma vez por semana. A comunicação com a base, que está a apenas alguns passos de distância, é feita por e-mails e mensagens de vídeo, as quais são propositadamente atrasadas para que a simulação seja máxima.


Os cientistas que acompanham o projeto admitem que os voluntários passam por muita ansiedade e fadiga. No entanto, destacam a força de vontade da equipe e o fato de ninguém ter deixado a cápsula e abandonado o experimento, apesar de serem livres para fazer isso.

Tudo indica que a parte mais difícil da viagem será a volta, a qual tende a ser ainda mais monótona! É certo que tudo isso tratá benefícios para futuras viagens espaciais, mas há ainda desafios maiores, como o estratosférico custo de uma missão como essas e o principal: as limitações tecnológicas. Neste contexto, surgem algumas indagações, como: você aceitaria ficar preso em uma cápsula por 1 ano e meio, apenas com homens, comendo algo pior que macarrão instantâneo e tomando banho 1 vez por semana? Nem o Wii, Rockband (sim, eles tem isso lá dentro!) ou todos os jogos do mundo me convenceriam a fazer isso. Palmas para quem aceitou esta overdose de ócio em nome da ciência!



Referência: Fox News
Fotos: Mars 500

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Signos do Zodíaco mudaram e deve haver 13º signo

O título deste post também poderia ser "Astrônomos contra Astrólogos", afinal, estudos recentes feitos por astrônomos do estado americano de Minnesota mostram que a posição relativa entre as constelações e o Sol, a qual determina o signo da pessoa de acordo com o dia em que ela nasce, mudou consideravelmente desde os antigos pensadores da Babilônia. Além disso, deveria haver um 13º signo, já que naquela época os astrólogos ignoraram uma das constelações, a qual tem a forma de uma cobra, a Constelação de Serpentário.

A mudança dos dias relativos a cada signo mudou em função da atração gravitacional da Terra sobre a Lua, a qual fez com que a relativa das constelações fosse "girada" em cerca de um mês! Veja abaixo como é a relação completa dos dias e dos signos, de acordo com os novos estudos científicos:


Capricórnio: de 20 de janeiro a 16 de fevereiro
Aquário: de 16 de fevereiro a 11 de março
Peixes: de 11 de março a 18 de abril
Áries: de 18 de abril a 13 de maio
Touro: de 13 de maio a 21 de junho
Gêmeos: de 21 de junho a 20 de julho
Câncer: de 20 de julho a 10 de agosto
Leão: de 10 de agosto a 16 de setembro
Virgem: de 16 de setembro a 30 de outubro
Libra: de 30 de outubro a 23 de novembro
Escorpião: de 23 a 29 de novembro
Serpentário: de 29 de novembro a 17 de dezembro
Sagitário: de 17 de dezembro a 20 de janeiro


Agora resta saber o que os astrólogos vão achar de tudo isso. Você aceitaria um novo signo? Eu não me importaria, desde que não fosse "Serpentário"!







Referência: G1

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

As lágrimas das mulheres reduzem o desejo dos homens, dizem cientistas

Cientistas israelenses acabam de realizar um estudo sobre os efeitos da lágrima feminina no organismo dos homens. Sabe-se que a composição química das lágrimas de emoção é diferente de lágrimas provocadas pela cebola ou por um cisco no olho, por exemplo. E é o primeiro tipo que provocou efeitos e trouxe uma revelação surpreendente (ok, talvez seja só ócio científico).

Em um experimento, os cientistas recolheram lágrimas de mulheres que assistiam a filmes dramáticos. Em seguida, um grupo de homens foi convidado a sentir o cheiro de uma solução salina e outra que continha as lágrimas. Quando perguntados se havia alguma diferença, foram unânimes em dizer que não notaram nada. Entretanto, análises detalhadas dos níveis hormonais dos voluntários mostraram uma queda significativa das taxas de testosterona e, consequentemente, do desejo sexual.

Ainda não foi divulgada nenhuma tese para explicar este efeito, mas uma coisa é certa: o choro feminino desperta sentimentos como "dó" e solidariedade. Talvez seja um mecanismo natural que ajuda a direcionar o comportamento e as emoções.

Só esperamos que depois desta as mulheres não passem a usar o choro para manipular mais os homens.

Referência: Scientific American
Img: Fr2day

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Americanos dizem que se alimentam de forma saudável

Uma pesquisa recente, divulgada pela revista "Consumer Reports", mostra que 9 em 10 americanos consideram seus hábitos alimentares saudáveis. Foram entrevistadas 1.234 pessoas, as quais atribuíram "sadia", "muito boa" e até "extremamente sadia" para a própria alimentação. Estes dados possuem contrastes óbvios com a imagem da Terra do Fast Food que a maioria das pessoas têm. Mas não ache que vou escrever algo que contradiga esta crendice, afinal, outras pesquisas mostram que a população americana apresenta níveis altíssimos de obesidade e problemas relacionados aos hábitos alimentares, além da carência de frutas, legumes e exercícios físicos no dia-a-dia.

No meio de tantos hamburgers, onion rings, asas de frango, cachorro-quente, pizza, starbucks e Cherry Coke fica difícil perder peso. Naturalmente, nossos instintos nos guiam para alimentos calóricos e gordurosos, a fim de garantir nossas reservas energéticas. Com o organismo contra e diante de tantas tentações, emagrecer é um verdadeiro desafio.

Registro aqui meus votos de que a saúde melhore por lá e por aqui. Nem tudo está perdido: um outro estudo mostra que emagrecer está entre as prioridades dos norte-americanos para 2011.

Referência: G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...