terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Cientistas vão ressuscitar mamutes


Uma pesquisa conduzida por japoneses, russos e americanos em uma universidade do Japão pretende trazer à vida um mamute de verdade, daqui apenas seis anos. Este animal é símbolo da Era do Gelo e foi extinto há mais de 10 mil anos, apesar de serem encontrados vários esqueletos e até carcaças em várias partes do mundo. Para alcançar tal façanha, os cientistas obtiveram material genético a partir da carcaça de um animal preservado no gelo da Sibéria. Com uma técnica inovadora, eles conseguiram extrair núcleos celulares sem danificá-los e, em seguida, injetar em células embrionárias de elefantes africanos. Se tudo der certo, a pesquisa proporcionará o desenvolvimento de embriões mamutes. Há vários momentos cruciais no experimento, sendo que os americanos, por exemplo, são responsáveis pela fertilização in vitro.

Os objetivos da pesquisa passam pela ecologia do mamute e os genes que trarão respostas sobre a extinção destes animais. A julgar pela previsão de 6 anos, o estudo está bem adiantado e, segundos os próprios cientistas, já estão pensando até mesmo em como expor os mamutes para o público.

Daqui a pouco vão querer criar um Parque dos Dinossauros de verdade. Só espero que nesta nova onda científica não resolvam manipular genes de animais antigos para criar dragões, unicórnios, etc.

Referência: CNN e Daily Yomiuri

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...