domingo, 7 de abril de 2013

Onda de zumbis é reflexo de uma sociedade infeliz, diz pesquisadora

Séries, filmes, livros e flashmobs com direito a centenas de pessoas cobertas de sangue e feridas fatais, caminhando lentamente e grunhindo, sedentos por mais sangue e carne fresca. Segundo a pesquisadora americana Sarah Lauro, a horda de zumbis que ataca a produção cultural a nível mundial é o reflexo do sentimento coletivo de infelicidade e descontentamento com os rumos da sociedade. A pesquisadora vem estudando este fenômeno há muitos anos e afirma que não se trata apenas de mais uma moda passageira, mas um tema cíclico no cinema, nos impressos e na TV.

Mesmo que as pessoas em geral talvez não pensem efetivamente sobre isso, Sarah Lauro aponta que a infelicidade está presente no subcosciente coletivo e nos faz ter a sensação de que, na realidade, já estamos mortos. Para ilustrar isso, ela lembra a onda sobre zumbis em meados de 2005, quando os americanos não queriam a guerra do Iraque mas um sentimento de impotência assolava a todos diante do governo Bush, que inevitavelmente manteria seu país nos campos de batalha.

Fato é que esta temática ganha cada vez mais força, ainda mais com títulos tão fortes quanto "The Walking Dead" nos quadrinhos e na TV, "Left 4 Dead",  "Resident Evil" e muitas outras ótimas séries nos games, além de filmes surpreedentemente legais como "Warm Bodies".

Não é fácil compreender o que Sarah Lauro quer dizer, talvez ela até tenha razão. O que importa é ainda vêm muitos walkers por aí. É melhor estar prepararado.

Referência: G1
Foto: Seth Wenig/AP

2 comentários:

  1. Os filmes de mortos-vivos nasceram como críticas sociais (do mestre criador do "monstro", George A. Romero.) Adquirindo tematicas mais voltadas para a ação, ou comédia com o passar do tempo (como nos filme ZUMBILÂNDIA, ou a cinessérie RESIDENT EVIL).
    Porém mesmo que sub conscientemente, os mortos-vivos (ou simplesmente zumbis) estão ligados a uma sociedade em decadencia.. e com problemas..
    Como é mostrado no primeiro filme de ROMERO (noite dos mortos vivos), onde o racismo, o sexismo, e a intolerância é constante.. igual ao estado em que o EUA se encontrava na época.
    Ou no segundo filme da série de zumbis de ROMERO (despertar dos mortos) onde ele critica o nível de consumismo em que a nação estava chegando, a ponto de não se importarem com nada além de ter mais OBJETOS.. (igual na cena em que os bandidos roubam o colar da mulher zumbi enquanto são atacados e mortos pelos zumbis a sua volta).
    MAS não só naquela época (na década de 60-70-80-90) que a sociedade está seguindo (se ela já não estiver) para um rumo degradante.. e deprimente. Hoje em dia o nosso "viver" se tornou algo muito "basico" (você estuda, trabalha e morre), porém com muitas preocupações que se pararmos para pensar.. são triviais e/ou desnecessárias.
    Talvez TAMBÉM tentando deixar que nossa natureza fale mais alto, quem gosta de filmes de zumbis, ou até mesmo de se vestir de zumbi, está tentando se livrar dessas preocupações "modernas".. e se rendendo , por aqueles 90 minutos, ou por aquela meia hora, à seus instintos mais básicos.. desejando que sua vida fosse mais simples, a ponto de só se preocupar em se alimentar.. não precisar se preocupar com política, ou com dinheiro, ou com contas, ou estudos, trabalhos, etc..
    Somos todos escravos, querendo ser "zumbis".."Máquinas" desejando ser animais novamente.

    ResponderExcluir
  2. hahahahaahhahah
    concordo com esse mano aki de baxo
    poe o artigo dele no lugar do dela
    por favor
    bem melhor!!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...