sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Após 8 meses confinados, astronautas vão simular pouso em Marte

Uma equipe composta por 6 astronautas-pesquisadores está desde 3 de junho de 2010 trancada em uma cápsula de aço, simulando o tempo e cumprindo toda a rotina de uma viagem a Marte. No dia 12 de fevereiro, se não houver nenhum imprevisto, a "nave" pousará no solo do planeta vermelho - o qual é um salão construído ao lado dos módulos da cápsula - e permanecerá por lá durante 2 dias apenas, para depois embarcar na viagem de volta que durará 233 dias. Ao todo, o experimento contabilizará 520 dias de confinamento.

Trata-se de uma experiência técnica, psicológica e médica para ajudar a desenhar uma viagem a Marte. Durante todo este tempo, a equipe que é formada somente por homens, incluindo três russos, um chinês um francês e um italiano-colombiano, se alimenta apenas de suprimentos similares aos consumidos na Estação Espacial Internacional e toma banho uma vez por semana. A comunicação com a base, que está a apenas alguns passos de distância, é feita por e-mails e mensagens de vídeo, as quais são propositadamente atrasadas para que a simulação seja máxima.


Os cientistas que acompanham o projeto admitem que os voluntários passam por muita ansiedade e fadiga. No entanto, destacam a força de vontade da equipe e o fato de ninguém ter deixado a cápsula e abandonado o experimento, apesar de serem livres para fazer isso.

Tudo indica que a parte mais difícil da viagem será a volta, a qual tende a ser ainda mais monótona! É certo que tudo isso tratá benefícios para futuras viagens espaciais, mas há ainda desafios maiores, como o estratosférico custo de uma missão como essas e o principal: as limitações tecnológicas. Neste contexto, surgem algumas indagações, como: você aceitaria ficar preso em uma cápsula por 1 ano e meio, apenas com homens, comendo algo pior que macarrão instantâneo e tomando banho 1 vez por semana? Nem o Wii, Rockband (sim, eles tem isso lá dentro!) ou todos os jogos do mundo me convenceriam a fazer isso. Palmas para quem aceitou esta overdose de ócio em nome da ciência!



Referência: Fox News
Fotos: Mars 500

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Signos do Zodíaco mudaram e deve haver 13º signo

O título deste post também poderia ser "Astrônomos contra Astrólogos", afinal, estudos recentes feitos por astrônomos do estado americano de Minnesota mostram que a posição relativa entre as constelações e o Sol, a qual determina o signo da pessoa de acordo com o dia em que ela nasce, mudou consideravelmente desde os antigos pensadores da Babilônia. Além disso, deveria haver um 13º signo, já que naquela época os astrólogos ignoraram uma das constelações, a qual tem a forma de uma cobra, a Constelação de Serpentário.

A mudança dos dias relativos a cada signo mudou em função da atração gravitacional da Terra sobre a Lua, a qual fez com que a relativa das constelações fosse "girada" em cerca de um mês! Veja abaixo como é a relação completa dos dias e dos signos, de acordo com os novos estudos científicos:


Capricórnio: de 20 de janeiro a 16 de fevereiro
Aquário: de 16 de fevereiro a 11 de março
Peixes: de 11 de março a 18 de abril
Áries: de 18 de abril a 13 de maio
Touro: de 13 de maio a 21 de junho
Gêmeos: de 21 de junho a 20 de julho
Câncer: de 20 de julho a 10 de agosto
Leão: de 10 de agosto a 16 de setembro
Virgem: de 16 de setembro a 30 de outubro
Libra: de 30 de outubro a 23 de novembro
Escorpião: de 23 a 29 de novembro
Serpentário: de 29 de novembro a 17 de dezembro
Sagitário: de 17 de dezembro a 20 de janeiro


Agora resta saber o que os astrólogos vão achar de tudo isso. Você aceitaria um novo signo? Eu não me importaria, desde que não fosse "Serpentário"!







Referência: G1

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

As lágrimas das mulheres reduzem o desejo dos homens, dizem cientistas

Cientistas israelenses acabam de realizar um estudo sobre os efeitos da lágrima feminina no organismo dos homens. Sabe-se que a composição química das lágrimas de emoção é diferente de lágrimas provocadas pela cebola ou por um cisco no olho, por exemplo. E é o primeiro tipo que provocou efeitos e trouxe uma revelação surpreendente (ok, talvez seja só ócio científico).

Em um experimento, os cientistas recolheram lágrimas de mulheres que assistiam a filmes dramáticos. Em seguida, um grupo de homens foi convidado a sentir o cheiro de uma solução salina e outra que continha as lágrimas. Quando perguntados se havia alguma diferença, foram unânimes em dizer que não notaram nada. Entretanto, análises detalhadas dos níveis hormonais dos voluntários mostraram uma queda significativa das taxas de testosterona e, consequentemente, do desejo sexual.

Ainda não foi divulgada nenhuma tese para explicar este efeito, mas uma coisa é certa: o choro feminino desperta sentimentos como "dó" e solidariedade. Talvez seja um mecanismo natural que ajuda a direcionar o comportamento e as emoções.

Só esperamos que depois desta as mulheres não passem a usar o choro para manipular mais os homens.

Referência: Scientific American
Img: Fr2day

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Americanos dizem que se alimentam de forma saudável

Uma pesquisa recente, divulgada pela revista "Consumer Reports", mostra que 9 em 10 americanos consideram seus hábitos alimentares saudáveis. Foram entrevistadas 1.234 pessoas, as quais atribuíram "sadia", "muito boa" e até "extremamente sadia" para a própria alimentação. Estes dados possuem contrastes óbvios com a imagem da Terra do Fast Food que a maioria das pessoas têm. Mas não ache que vou escrever algo que contradiga esta crendice, afinal, outras pesquisas mostram que a população americana apresenta níveis altíssimos de obesidade e problemas relacionados aos hábitos alimentares, além da carência de frutas, legumes e exercícios físicos no dia-a-dia.

No meio de tantos hamburgers, onion rings, asas de frango, cachorro-quente, pizza, starbucks e Cherry Coke fica difícil perder peso. Naturalmente, nossos instintos nos guiam para alimentos calóricos e gordurosos, a fim de garantir nossas reservas energéticas. Com o organismo contra e diante de tantas tentações, emagrecer é um verdadeiro desafio.

Registro aqui meus votos de que a saúde melhore por lá e por aqui. Nem tudo está perdido: um outro estudo mostra que emagrecer está entre as prioridades dos norte-americanos para 2011.

Referência: G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...