quinta-feira, 22 de abril de 2010

Um pouco de loucura ajuda a criatividade

É de conhecimento comum o fato de que muitos dos gênios da história da humanidade tinham algum tipo de transtorno psíquico. Einstein e Newton, por exemplo, eram esquizofrênicos. Podemos citar ainda outros gênios de várias áreas da ciência e da arte, como Van Gogh, que era bipolar. Ao que parece, a genialidade e a real criatividade são privilégios dos que moram no limbo da racionalidade: nem completamente loucos, nem totalmente lúcidos. Os criativos utilizam mais o lado direito do cérebro, responsável por conexões e análises aleatórias, enquanto os racionais usam mais o lado esquerdo, incubido do pensamento lógico e fundamentado.

Alguns estudos científicos apontaram a presença de duas cópias de uma mutação do gene da esquizofrenia como contribuinte para a criatividade. Pessoas com tal característica apresentararam melhores resultados em alguns testes. Apesar disso, ainda não há provas suficientes para estabelecer esta conexão.

O que importa é que agora você tem mais um argumento na hora de chamar seus amigos de loucos. Ah, e esta teoria é um reforço ao estereótipo de malucos aos que trabalham com criatividade em geral, como músicos, escritores e, por que não, publicitários.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...