quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Música faz bem para o coração



Durante 7 anos, pesquisadores de uma universidade da Sérvia conduziram um estudo com dois grupos de pessoas. O primeiro não tinha o hábito de ouvir música e o outro sim. Depois de passado o tempo e a análise dos resultados, descobriram que os níveis de ansiedade de quem ouve música são menores, apesar de a diferença não ser tão significante. Entretanto, os resultados mais interessantes não vieram do comportamento, e sim de sinais de melhoria no próprio corpo.

O hábito de ouvir música por pelo menos 12 minutos, duas vezes ao dia, ajudou a diminuir a pressão arterial sistólica e o ritmo cardíaco, diminuindo a incidência de doenças como angina, revascularização e até a morte súbita.

Outros estudos que relacionam música e saúde sugerem que canções "felizes" ou "animadas" é que fazem bem. Entretanto, chegou-se à conclusão que os melhores efeitos são alcançados ao se ouvir o tipo de música que gostamos, independentemente do que for. Logo, mesmo quem é maníaco depressivo, ou está com dor de cotovelo, pode continuar ouvindo suas músicas típicas que isso vai fazer bem para o coração, mas só o de verdade.

"A few songs a day keep the doctors away!". Para ler mais, clique aqui.
Dica do Luiz.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Tomar banho de chuveiro pode fazer mal

Cientistas americanos descobriram, a partir da análise de dezenas de chuveiros em regiões diferentes dos Estados Unidos, uma alta concentração da bactéria Mycobacterium avium, 100x mais que o nível aceitável, para ser preciso. Esta bactéria se concentra na área interna e sai junto com o vapor, infectando as partes mais profundas do pulmão de quem respira, podendo causar infecções. Sabe aquele jato de água que às vezes sai quando você abre o chuveiro? Melhor tomar cuidado!

Na pesquisa, descobriram que os chuveiros de plástico apresentam maiores concentrações de bactérias que os de metal e que o ideal, para evitar o problema, é tomar banho de banheira. Como aqui no Brasil é mais incomum encontrar pessoas que tomam diariamente banho de espumas com patinhos de borracha, provavelmente boa parte de nós tem tal bactéria nos pulmões. Apesar disso, parece que a bactéria só consegue causar algum efeito em pessoas com imunidade muito baixa. Se não fosse assim, a gente já teria mais uma onda de doenças. O nome poderia ser Pneumonia do Porco, talvez. Afinal, ninguém mais ia querer tomar banho.

Para ler mais, clique aqui.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Todos os humanos são mutantes, diz estudo

Antes do tópico perder a credibilidade, já vou logo avisando que o assunto não tem nada a ver com X-Men ou ficção científica. Ou melhor, talvez um pouco. Um estudo foi realizado na Grã-Bretanha para determinar a quantidade média de mutações no DNA de cada indivíduo. Para conseguir tal façanha, foram analisados os códigos genéticos de dois homens com um antepassado em comum, nascido em 1805. Depois de mapear um cromossoma específico, analisá-lo e cruzar os dados com outros estudos, chegaram à conclusão que cada pessoa apresenta de 100 a 200 mutações genéticas.

Tais mutações trazem uma série de consequência para a vida, como o câncer e outra doenças. Entretanto, suas implicações vão bem além de enfermidades: podem ter uma relação direta com a evolução humana. Arrisco escrever que a mutação genética é o principal auxiliar da seleção natural no processo de evolução dos seres vivos. Talvez seja o argumento decisivo para muita gente aceitar a Teoria da Evolução.

Para quem ficou chateado por não ver nada de X-Men no tópico, uma questão: seria a mutação a explicação para a paranormalidade, os super atletas e os gênios?

Mais aqui.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...